Escravos, guerras, Bola de Ouro, senado e presidência. As origens de um país e a trajetória de George Weah no futebol e na política

Por Clayton Cardoso

A

África foi o eixo central no expansionismo colonizador europeu. Além de se instalar e ocupar diferentes terras no continente africano, fosse Portugal, França ou Inglaterra, o objetivo era um só, extrair o máximo que pudessem das relações comerciais ou territoriais, desde quando o objetivo era chegar às Índias até sempre. O mercado de escravos, que durou séculos, acabou culminando com um processo de ilegalidade da aquisição de escravos, dos filhos de escravos que passavam a ser livres, e posteriormente com a libertação da escravidão em diferentes colônias da América do Norte e Caribe — somente mais tarde na América do Sul —, e também no Reino Unido.

Para continuar lendo, faça login ou registre-se. É grátis.

Visite nossa loja virtual e adquira as edições impressas da revista! Os textos publicados nas revistas são exclusivos e não são republicados no site, nem vice-versa. Garanta seu exemplar, colecione e leia a Corner.