Carrinho de compras

Nenhum produto no carrinho.

“Tudo que quero de natal é uma camisa reserva do Dukla Praga”

O clube mais odiado da antiga Tchecoslováquia virou sensação pop na Inglaterra

Há poucos clubes e camisas tão místicas na história do futebol como a do Dukla de Praga, representante perfeito do espírito da Guerra Fria, divisora da Europa em duas metades. Tamanha ascensão icônica do clube, aliás, até conseguir invadir o cenário punk, com uma das músicas mais celebradas da Inglaterra dos anos 1980: “All I Want for Christmas is a Dukla Praha Away Shirt”, da banda Half Man Half Biscuit. Atrás da sátira juvenil escondia-se a história de um clube que foi proporcionalmente odiado no seu próprio país e amado no exterior. A história do Dukla de Praga é, de certo modo, a história da Guerra Fria no futebol.

Fenômeno da cultura pop

Se algo ajudou a celebrizar a nível global o clube da antiga Tchecoslováquia foi uma conjugação mística entre as noites europeias e o mais popular jogo de mesa do mundo, Subbuteo. Na Inglaterra e Itália, sobretudo, mas também no resto da Europa, o Subbuteo tinha se tornado altamente popular nos anos sessenta graças às suas figurinhas em três dimensões dos jogadores. As partidas eram disputadas  num pano retangular verde e uma série de acessórios que incluía balizas, bolas, árbitros, adeptos, bancos de suplentes e até holofotes e marcadores eletrônicos. Todos os meninos dos anos sessenta cresceram com o seu set de equipas Subbuteo que eram comercializados tendo em conta a celebridade mundial dos clubes. Sempre que alguma equipa se convertia em celebridade por algo que sucedia no mundo real, a empresa detentora da Subbuteo lançava ou, em alguns casos até relançava, o respectivo conjunto.

Faça login ou crie uma conta abaixo.

Criando uma conta, você tem acesso GRATUITO e ILIMITADO a todos os textos da Corner.

  

Leia também:
Don’t go away

A relação entre Liam Gallagher e o Manchester City

“Tá na hora do Panorama Esportivo!”

Uma homenagem a Gilson Ricardo

Jornalista e escritor. Autor dos livros “NOITE EUROPÉIAS”, “SONHOS DOURADOS”, “SUEÑOS DE LA EURO” e “JOHA: A ANATOMIA DE UM GÊNIO”. Futebol e Política têm tudo a ver, basta conectar os pontos. O coração de menino ficou no minuto 93 da final de Barcelona. Estudou comunicação na Universidade do Porto e morou mais de uma década em Madri.

1 Comment

  1. Queiroz

    setembro 25, 2018

    Que história maravilhosa!!!!! Máximo respeito pra vocês. Curti muito a história do clube, vou procurar as camisa hahahahaha

Deixe seu comentário