Carrinho de compras

Nenhum produto no carrinho.

“L’ultimo regista”

“Regista” é a palavra em italiano para aquele que rege; na orquestra, é o maestro ou, justamente, o regente. Mas “regente” tem uma conotação mais governamental e imperial do que artística em português, especialmente no Brasil. E é sobre um artista, ou melhor, sobre aquele que faz futebol parecer arte, que este texto se dedica.

Andrea Pirlo foi daqueles jogadores que pareciam não envelhecer, que já iniciaram as suas carreiras como veteranos e terminaram como jovens. Daqueles que, muitas vezes, no início, são criticados. Parecem sem sangue. Sem a famosa raça, que remetem a Didi, daqueles que não sujam os calções de barro e fazem a bola correr. Essa classe de jogador deve se perguntar: “Pra quê dar um carrinho?”

Pirlo surgiu no Brescia e, em 1998, sua técnica exuberante o levou para a Internazionale que, para retomar as glórias de outros tempos, comprava todos os talentos que via pela frente no final dos anos 1990 — Iván Zamorano e Ronaldo ilustraram bem esse desespero do presidente nerazzurro Massimo Moratti, filho de Angelo Moratti, ex-presidente interista dos anos 1960, quando a Inter venceu duas Copa dos Campeões. No entanto, Pirlo esbarrou com jogadores que atuavam na mesma posição que a sua como Roberto Baggio, Youri Djorkaeff e Álvaro Recoba. O elegante meia ficou sem espaço.

Faça login ou crie uma conta abaixo.

Criando uma conta, você tem acesso GRATUITO e ILIMITADO a todos os textos da Corner.

  

Leia também:
Aquele Super Depor

Durante os anos 1990, a grande alternativa à hegemonia de Real Madrid e Barcelona surgiu na Galícia Bebeto, Djukić, Fran, ... (Continue lendo)

Visca, (Espanya!) Catalunya!
Foto: Toimetaja tõlkebüroo

A final da Copa de 2010 em Barcelona Julho de 2010. Três amigos, transitando por motivos diversos pela Europa, decidiram ... (Continue lendo)

Jornalista, publicitário e fotógrafo. Estudou comunicação social na Universidad Nacional de La Plata. Para Martinho, não existe golaço de falta (nem aquele do Roberto Carlos em 1997 contra a França ou de Petković em 2001 contra o Vasco). Aos 11 anos, deixou o cabelo crescer por causa do Maldini. Boicota o acordo ortográfico.

1 Comments

  1. gutemberg.penteado

    junho 04, 2023

    Sempre admirei Pirlo e fico pensando como assistir alguns cabeças de bagre considerados excelentes. Quem viu Didi e Pirlo sabe do que estou falando.
    Obrigado ☺️

Deixe seu comentário