Carrinho de compras

Nenhum produto no carrinho.

O pai dos turcos

O impacto dos feitos de Atatürk através do futebol

Mais de uma dezena de estádios na Turquia traz uma homenagem ao “Pai dos Turcos” no nome e eles se espalham por cidades importantes: Diyarbakir, Esmirna e Istambul. Casa da seleção, o Estádio Olímpico Atatürk é o principal deles.

A proclamação da República da Turquia e a história moderna da região, da Trácia à Anatólia, estão diretamente ligadas à figura de Mustafa Kemal — o Atatürk. A imagem do antigo marechal do Império Otomano, um dos líderes da famosa Campanha de Galípoli, batalha célebre da Primeira Guerra Mundial, permanece venerada em sua nação. Afinal, a formação de um novo estado aos turcos em meio à derrocada otomana dependeu diretamente do futuro presidente. Mas a que preço?

As possessões da Turquia abrigaram algumas das civilizações mais antigas do planeta, inúmeras, ao longo dos séculos. E a vitória de Atatürk não veio sem batalhas com diferentes etnias, em um projeto de “turquificação” até mesmo anterior a sua chegada no poder. Istambul, Esmirna, Diyarbakir: cidades fundamentais também para entender o processo e descobrir as comunidades perseguidas ao custo da soberania turca. Não quer dizer que todos os turcos carregam culpa pelas mortes ocorridas, ou que todos os seus antepassados fossem coniventes com os horrores cometidos naquele momento. Porém, a história se escreveu com sangue. E se o futebol exalta a versão gloriosa dos turcos, através dele é possível descobrir o outro lado. O lado expurgado das páginas oficiais.

Faça login ou crie uma conta abaixo. É GRÁTIS!

Criando uma conta, você tem acesso GRATUITO e ILIMITADO a todos os textos de todas as edições da revista.

  

Leia também:

Deixe seu comentário