Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
Foto: Leonardo Ramos Miranda

Manchester United

Um rito de passagem

Moscou, 21 de maio de 2008. A noite marcava a 759ª vez que Ryan Giggs entrava em campo com a camisa do Manchester United, superando ninguém menos que Sir Bobby Charlton, que mantinha o recorde de partidas pelo clube até então. A expectativa era de que o embate contra o Chelsea na capital russa significasse o ponto final da carreira do galês, dando a entender que ele se aposentaria naquela mesma noite, depois de levar para casa a aclamada taça da Champions League numa disputa por pênaltis.

Mantenha-se informado sobre nossos textos e produtos. Receba descontos exclusivos.
Assine a nossa newsletter.