Carrinho de compras

Nenhum produto no carrinho.

“Tá na hora do Panorama Esportivo!”

Toda noite, a rotina era a mesma. Esperar que a voz do trepidante Gilson Ricardo saísse potente do radinho anunciando: “Tá na hora do Panorama Esportivo!”. O então moleque aqui, viciado em futebol, colava o ouvido e dedicação atenção total ao que viria pela frente por duas horas, com o noticiário dos clubes de futebol do Rio de Janeiro, na Rádio Globo

Gilsão virou presença constante, entrando na nossa casa sem pedir licença. Até porque, era um convidado de honra, daqueles donos de um carisma inconfundível, de quem você jamais quer se despedir.

Por isso, esta segunda-feira, 23 de janeiro, dia em que perdemos Gilson Francisco Borsato (pois é, Gilson Ricardo era nome artístico), está sendo tão difícil para os apaixonados pelo futebol e pelo rádio.
Poucos tinham a capacidade de Gilsão na hora de se comunicar, por isso, não demorou para que se tornasse uma referência, reconhecido desde os tempos da Rádio Difusora, em Petrópolis, ainda no início da carreira.

Faça login ou crie uma conta abaixo.

Criando uma conta, você tem acesso GRATUITO e ILIMITADO a todos os textos da Corner.

  

Leia também:
As veias abertas de um “planisférico” racista
Arte: Guga Dias da Costa

A representação colonialista e do ódio racial global através do futebol Qual o lugar do negro no futebol? O discurso ... (Continue lendo)

O renascer do gigante bávaro

A reconstrução do Todo-Poderoso Bayern de Munique No futebol, só há uma certeza, diria Gary Lineker: “são onze contra onze ... (Continue lendo)

Jornalista, petropolitano e vascaíno, além de co-autor de "1898 em diante". Bruno foi criado à base de futebol, dos álbuns de figurinhas, jogos de botão, passando pelo ouvido grudado no rádio e os olhos atentos na TV. Acho que a arquibancada de um estádio é o melhor lugar do mundo para se estar.