Registrar
Uma senha sera enviada para seu e-mail

Noby Stiles, um verdadeiro operário inglês.

Por Guilherme Jungstedt

Omelhor time já armado pela Inglaterra fez valer sua existência. Não por jogar o futebol mais vistoso e encantador de 1966, mas por vencer em casa o torneio mais cobiçado entre as seleções de países — façanha consumada por nada menos que seis dos oito campeões mundiais.

Mais do que marcar gols, evitá-los era a grande virtude daquele time escalado por Alf Ramsey. E os ingleses contavam com um perfeito especialista na arte de neutralizar o ímpeto ofensivo de seus adversários. Norbert “Nobby” Stiles foi a primeira interpretação já registrada do volante destruidor de jogadas — numa época em que linhas ofensivas de cinco jogadores ainda eram paradigmas táticos.

Apesar da posição, não impunha respeito físico. O ex-jogador e atualmente ator britânico Vinnie Jones chegou a compará-lo a um personagem de desenho animado: a avançada calvície aos 24 anos de idade e o sorriso severamente desfalcado (atenuado por uma dentadura que costumava tirar no fim dos jogos) eram as principais características de um corpo franzino de 1,68m de altura.

Nobby Stiles jogou entre 1960 e 1971 no Manchester United. Se transferiu para o Middlesbrough, onde ficou por duas temporadas antes de atuar como player-couch no Preston North End e encerrar a carreira. Como treinador passou pelo próprio Preston North End entre 1977 e 1981, antes de ir para a NASL comandar o Vancouver Whitcaps até 1984. Depois, teve uma breve passagem pelo West Bromwich Albion, muito dificultada pela distância da família que vivia em Manchester. Entre 1989 e 1993 atuou nas divisões inferiores do Manchester United, tendo trabalhado com a famosa Class of 92.

Com Stiles fazendo o trabalho sujo — não por meio de faltas violentas, mas com desarmes tão viris quanto eficientes —, a Inglaterra passou da primeira fase do torneio havendo marcado apenas quatro gols, mas com a meta de Gordon Banks ainda incólume. A partida de quartas-de-final, contra a Argentina, seguiu a toada: vitória por 1 a 0 e classificação às semifinais sem sofrer um gol sequer.

A vaga para a final seria decidida contra Portugal e seu brilhante centro-avante Eusébio, que chegava para o duelo com nada menos que sete gols marcados em quatro partidas no torneio, até então. O treinador Alf Ramsey chamou Stiles em um canto e lhe deu instruções nada precisas sobre como marcar o artilheiro português: “Se vira!”, teria o dito o comandante ao camisa 4.

O mítico atacante luso foi categoricamente anulado por Stiles, que sequer o deixava receber a bola. Com o placar já em 2 a 0 para o time da casa, Eusébio fora notado apenas aos 37 minutos do segundo tempo, quando seu implacável marcador viu-se obrigado a manter uma distância mínima para que o português pudesse cobrar um pênalti.

A decisão da Copa do Mundo de 1966 foi contra a forte seleção da Alemanha Ocidental, que tinha entre seus titulares os jovens e promissores Wolfgang Overath e Franz Beckenbauer. Nobby Stiles não precisou marcar ninguém em especial, mas a segurança que dava à frente da defesa foi crucial para que Geoff Hurst se tornasse o primeiro e único jogador a marcar três gols em uma final de Copa do Mundo. Título assegurado depois de uma vitória por 4 a 2 na prorrogação.

A Inglaterra já podia comemorar. E entre as quase formais expressões de felicidade dos jogadores ingleses — no melhor estilo britânico, diga-se —, Stiles quebrou o protocolo. Durante a volta olímpica, segurando a Jules Rimet em uma das mãos e sua própria dentadura na outra, escancarava seu esburacado sorriso enquanto saltitava burlescamente ao lado do capitão Bobby Moore.

Quarenta e oito anos depois, a banda Western Promise homenageou o gesto, dando a uma de suas canções o nome de Dance like Nobby Stiles. O videoclipe da música [assista acima] começa justamente com a antológica comemoração.

Visite nossa loja virtual e adquira as edições impressas da revista! Os textos publicados nas revistas são exclusivos e não são republicados no site, nem vice-versa. Garanta seu exemplar, colecione e leia a Corner.