Registrar
Uma senha sera enviada para seu e-mail

A melancólica passagem do que restou de Garrincha pelo Olaria

Por Guilherme Mendes

P

ouca gente sabe além do básico mas, depois da passagem singularmente sublime pelo Botafogo, Garrincha se perdeu pelo Brasil afora e até por outros países, indo trabalhar como embaixador do café brasileiro na Europa. E quis o destino — e um grupo de empresários, provas da atuação de longa data deste tipo de profissionais no mercado futebolístico — que as pernas mais admiradas e engenhosas do Brasil fossem parar no estádio da Rua Bariri.

Para continuar lendo, faça login ou registre-se. É grátis.

Visite nossa loja virtual e adquira as edições impressas da revista! Os textos publicados nas revistas são exclusivos e não são republicados no site, nem vice-versa. Garanta seu exemplar, colecione e leia a Corner.