Loma Negra

A fábula do time de uma fábrica de cimento que tirou a invencibilidade da URSS

14

O futebol é terreno para gols, gritos, táticas e estratégias. Mas é também uma gigantesca terra fértil para verdadeiros contos de fadas e poucas histórias se assemelham tanto a esse tipo de narrativa quanto a do Loma Negra. O pequeno time da cidade interiorana de Olavarría, na Província de Buenos Aires, na Argentina, ganhou as manchetes esportivas em todo o mundo quando, em 1982, acabou com a incrível invencibilidade de 18 jogos da então temida seleção soviética.

E da mesma maneira como é comum nas fábulas infantis, o humilde protagonista contou com grande ajuda de uma fada madrinha. No caso do Loma Negra, os episódios mais inesquecíveis vieram graças ao investimento financeiro de Amalia Lacroze de Fortabat. Conhecida como ‘Amalita’, ela foi uma das personalidades mais fortes, influentes e carismáticas de seu país. Chegou a ser a mulher mais rica da Argentina, segundo apontado pela revista Forbes, e revolucionou a cidadezinha ao interior da província de Buenos Aires.

Para continuar lendo, faça login ou registre-se. É grátis! Clique aqui.

Mantenha-se informado sobre nossos textos e produtos. Receba descontos exclusivos.
Assine a nossa newsletter.