Carrinho de compras

Nenhum produto no carrinho.

From the Nordeste para o North East

Na cidade de Newcastle, com seus 289 mil habitantes no nordeste da Inglaterra, um cearense será um cult hero consagrado até o fim dos tempos. O Mirandinha — ou ‘Wor Mira’, como ele é conhecido por lá — foi para o Newcastle United em agosto de 1987, quando o time pagou £575 mil ao Palmeiras para contar com os seus serviços. E assim, Mirandinha se tornou o primeiro brasileiro a jogar na terra da rainha.

Sempre tem algo especial em ser o primeiro, em abrir um caminho para outros seguirem e ampliar os limites para a próxima geração. Ir primeiro é um ato ousado e, às vezes difícil, mas é, sem exceção, algo para ser lembrado. E é assim para Mirandinha, recordado não só pelo seu desempenho dentro das quatro linhas, mas também por sua alegria e pelas histórias engraçadas que lhe tornou tão popular na cidade. Para um torcedor do Newcastle, a chance de entrevistá-lo não poderia ser desperdiçada.

A estreia de Mirandinha pelo Newcastle foi contra o Norwich. O time que veste verde e amarelo leva o apelido — não por coincidência — de Canaries [Canarinhos]. O brasileiro foi trazido para substituir Peter Beardsley, que era o xodó da torcida, e o pessoal do Newcastle esperava muito dele. Mirandinha ganhou destaque numa partida pelo Brasil contra a Inglaterra, mais cedo no mesmo ano, marcando o seu único gol pela Seleção.

Faça login ou crie uma conta abaixo.

Criando uma conta, você tem acesso GRATUITO e ILIMITADO a todos os textos da Corner.

  

Leia também:
A casa de Obdulio
Foto: Denise Matsumoto

Uma visita a um lado esquecido do futebol uruguaio Não é preciso ser aficionado em futebol para saber que, a ... (Continue lendo)

O Zé da Tijuca
Foto: Leonardo Ramos Miranda

Após a ingestão de quantidades ideais de cerveja durante o papo com Dudu Monsanto, aproxima-se o homem. Vestindo uma camisa ... (Continue lendo)

Pós-graduado em Políticas Públicas pela University College London. Trabalha como jornalista freelancer, escrevendo para Planet Football, i, e Forbes, entre outros. Gosta de escrever sobre o futebol no campo, mas também sobre as relações entre o jogo, sociedade e política.

Deixe seu comentário