Enosis

Quando o Chipre se juntou à Grécia no futebol

Livraria FC

Quando o Chipre se juntou à Grécia no futebol

Por Miguel Lourenço Pereira

Durante sete anos o futebol foi mais um elemento de união entre a Grécia e o Chipre. As tensões políticas entre gregos e turcos na pequena ilha do Mediterrâneo chegou aos campos de futebol quando uma polêmica decisão permitiu aos campeões cipriotas tornarem-se parte da liga grega. A Enosis — sonhada por políticos — só foi real dentro das quatro linhas.

A última invasão

Em 20 de julho de 1974, o exército turco invadiu o norte do Chipre. Há largos anos que se temia uma jogada militar por parte de Ancara. As tensões políticas eram anteriores ao século XX numa ilha que tinha sido ocupada pelos otomanos quase quinhentos anos antes. Turcos e gregos disputaram no século XX a supremacia sobre a ilha baseando os seus argumentos no mesmo pressuposto étnico. Os cipriotas eram, na realidade, um misto de ambas as culturas. Ao norte da ilha vivia uma maioria turca; no resto, uma população próxima à Grécia. A divisão era inevitável.

Para continuar lendo, faça login ou registre-se. É grátis! Clique aqui.

Compre a sua Corner #8
Mantenha-se informado sobre nossos textos e produtos. Receba descontos exclusivos.
Assine a nossa newsletter.