Carrinho de compras

Nenhum produto no carrinho.

Corner #10

Tiros do nosso canto

Tiros do nosso canto

Editorial

De escanteios e esquinas a Corner, por definição, entende. Os geniais das Gerais Milton Nascimento e Lô Borges são músicos que fizeram nos anos 1970 o “Clube da Esquina” só superado por outra tabelinha de gênios de Minas: Um 9 que é 10 (Tostão) e um 10 com gols de 9 (Pelé). Craques do[...]

This is Anfield

This is Anfield

Uma das frases mais célebres da história do futebol, proferida numa truculenta entrevista dada já no final de uma carreira das mais brilhantes da história: “Eu queria que o Liverpool fosse como Napoleão e conquistasse o mundo!”. Bill Shankly foi, provavelmente, um dos maiores gênios do “beautiful game”. O que não conquistou em títulos, ganhou...[...]

O bastião da invencibilidade

O bastião da invencibilidade

Bob Paisley: O primeiro treinador a vencer três Copas dos Campeões Paisley sucedeu Bill Shankly, uma lenda viva do futebol, e soube escrever a sua própria história com letras de ouro. Bob Paisley é um dos homens mais importantes da história do futebol. E também um dos treinadores mais esquecidos. “É a segunda vez que...[...]

O elo perdido do Boot Room

O elo perdido do Boot Room

Reuben Bennett: o herói silencioso do Liverpool A lenda do Boot Room em Liverpool é tão grande como os Beatles. Cinco homens começaram a se reunir num pequeno anexo, onde se armazenavam as chuteiras, para falar de futebol. Durante trinta anos, o banco de reservas do Anfield Road foi ocupado sempre por um dos seus....[...]

A descida ao inferno

A descida ao inferno

O calvário do Liverpool e o fim do Boot Room Heysel doeu. Muito. Um duro golpe no futebol britânico, mas, sobretudo, na imagem de um clube que, no início do hooliganismo, fora sempre uma referência de comportamento e de atitude positiva por parte dos seus torcedores. Hillsborough foi outra coisa. Foi o tiro de misericórdia....[...]

A constante reconstrução em Anfield Road

A constante reconstrução em Anfield Road

A incessante busca do Liverpool por um modelo vencedor Após a Copa do Mundo de 1998, a França foi eleita como a seleção que jogava o mais moderno futebol do planeta. Gerárd Houllier era assistente de Aimé Jacquet naquela Copa e foi contratado pelo Liverpool para reformular e implementar o estilo francês. Liverpool de Gerard...[...]

You’ll Never Walk Alone

You’ll Never Walk Alone

A história por trás da canção mais icônica do futebol O famoso hino não-oficial do Liverpool, eternizado a cada pré-jogo pelas vozes dos torcedores reds que lotam Anfield Road, tem uma história muito maior do que se pode imaginar. O coro, conhecido internacionalmente, acontece, invariavelmente, antes do início das partidas dos Reds em casa, quando os...[...]

O Príncipe Maldito

O Príncipe Maldito

Vida e morte de um homem que nunca houve outro igual Durante mais de meio século, o mito do Príncipe Maldito do Rio esteve adormecido nos livros de história. Foi preciso uma bela biografia de Marcos Eduardo Neves e um filme com brilhante atuação de Rodrigo Santoro para resgatar a sua lenda, para que o...[...]

A crônica e a morte anunciada

A crônica e a morte anunciada

Quando Heleno de Freitas fez Gabriel Garcia Márquez se apaixonar por futebol Bendito craque maldito. Heleno de Freitas foi um dos tantos personagens que extrapolaram o futebol jogado nas quatro linhas. Um dos primeiros craques midiáticos dos gramados brasileiros. Grande ídolo do Botafogo pré-Garrincha, tinha um futebol tão fino quanto o seu gosto para ternos...[...]

Marcos Eduardo Neves

Marcos Eduardo Neves

Fotografias: Fernando Martinho Em tempos de pandemia, uma entrevista nada usual para os padrões Corner, com os entrevistadores distantes do entrevistado: Marcos Eduardo Neves, que escreveu várias biografias, das quais três se destacam: Heleno de Freitas, Alex e Renato Gaúcho. Mas, sem dúvida, Marcos Eduardo Neves se notabilizou pela obra em torno de Heleno de...[...]

João Sem Medo

João Sem Medo

Por que o regime militar derrubou Saldanha, se permitiu que ele assumisse a Seleção? Um simples olhar para o período de João Saldanha no comando da Seleção brasileira (entre 1969 e 1970) deixa uma dúvida em quem reflete sobre o caso. Como puderam os militares — tão atentos aos subversores — deixar um cargo de...[...]

Em terra de cego, quem tem um olho é Pelé

Em terra de cego, quem tem um olho é Pelé

O Brasil tricampeão mundial foi o melhor campeão das Copas. Um time que estreou no México e só jogou junto três partidas oficiais depois de quatro meses treinando. Ado ou Leão na meta; Carlos Alberto, Baldochi, Joel Camargo e Marco Antonio na zaga bem mexida em relação às Eliminatórias de 1969; Piazza e Gerson no...[...]

1970: O mundial que o Brasil ganhou com ajuda da Nasa

1970: O mundial que o Brasil ganhou com ajuda da Nasa

O Brasil maravilhou o mundo do futebol e conquistou a sua terceira Copa do Mundo. Uma equipe repleta de lendas que passou para a posteridade como os últimos grandes românticos mas que realmente chegou ao título também com a preciosa ajuda da NASA. Uma combinação entre futebol-arte e a mais avançada tecnologia e preparação física...[...]

Sentido!

Sentido!

Como o Regime Militar e seus parceiros civis faziam de tudo para entrar em campo Ricardo Teixeira aprendeu com o sogro João Havelange uma lição muito importante quando assumiu a presidência da CBF em 1989: “mantenha-se distante do governo”. Dentro do possível, até pedir as contas na entidade em 2012, Teixeira seguiu o exemplo do...[...]

Paixões unidas: Dinheiro, poder e futebol

Paixões unidas: Dinheiro, poder e futebol

Em meio à renúncia de Joseph Blatter, prisão de dirigentes e investigação de membros da FIFA, filme financiado pela entidade é lançado nos EUA, mostrando involuntariamente a sua verdadeira face: a união de outras paixões, na qual o jogo é apenas o meio para se chegar até elas Como bem disse certa vez o jornalista...[...]

Sujando o jogo

Sujando o jogo

De Havelange a Blatter, a fórmula política das escolhas lucrativas de países-sede da Copa do Mundo Em 1982, a FIFA entendeu que entregar a Copa seguinte à Colômbia não era um negócio rentável. Durante dois anos, montou uma armadilha à organização local enquanto jogava com os direitos da competição num leilão imaginário para dar a...[...]

Jamil Chade

Jamil Chade

Política, propina e futebol. As relações de poder e o jornalismo como resistência A neutralidade é o principal pilar na formação da identidade Suíça como estado nacional desde princípios do Século XVI. Oficialmente, o país não escolhe lado em guerras desde o Congresso de Viena, em 1815. Quando entra em ação, seu exército tem como...[...]

Dia de jogo é assim

Dia de jogo é assim

A gente abre o olho e é a primeira coisa que vem na nossa cabeça: é dia de jogo importante do meu time. O coração sai do repouso e batuca mais forte, a gente cerra os punhos, sem saber muito bem por que, e sai da cama. Durante o banho, tá liberado narrar jogadas e gols...[...]