Carrinho de compras

Nenhum produto no carrinho.

O melhor técnico inglês a jamais treinar a Inglaterra

Seu entendimento do jogo levou pequenos clubes a glórias inimagináveis. Sua inteligência o fez questionador das decisões dos mandatários do futebol britânico. Uma figura midiática. Sua personalidade, no entanto, fez da sua carreira uma verdadeira montanha russa onde quanto mais altos os picos, mais longas e assustadoras eram as quedas.

O texto de abertura da primeira edição da Corner traz um conto hilário de Brian Clough, onde ele prefere escalar um jogador que odeia em vez de um que ele “apresentaria a sua filha”. Esse tipo de história foi comum ao longo de toda sua carreira, tanto como treinador quanto jogador. Clough foi um atacante brilhante, com a marca de 251 gols em 274 jogos. Numa partida em que o seu Middlesbrough empatou com o Charlton em 6 a 6, ele discutia ironicamente com seus próprios zagueiros, questionando-os sobre quantos gols ele deveria marcar para que o time vencesse o duelo. Este era o estilo Brian Clough — que chegou a acusar alguns de seus companheiros por apostarem contra o próprio time.

A carreira de jogador acabou aos 29 anos, no Sunderland, devido a uma lesão no joelho. Nunca conseguiu retornar aos campos e começou a treinar o time juvenil do próprio Sunderland, iniciando, então, outra meteórica trajetória, dessa vez como técnico.

Faça login ou crie uma conta abaixo.

Criando uma conta, você tem acesso GRATUITO e ILIMITADO a todos os textos da Corner.

  

Leia também:
Editorial
Foto: Leonardo Ramos Miranda

Os desafios de lançar uma revista, publicar a primeira edição e escrever o editorial são singularmente enormes. É um sentimento ... (Continue lendo)

Lamar Hunt US Open Cup

Nova Iorque, abril de 1913. O encontro de uma pequena delegação no Astor House Hotel foi o primeiro passo para ... (Continue lendo)

Jornalista formado pela UMESP. Escreve para VIP, Sport Witness, Corner e Old Trafford Brasil. Não sabe se quer ser Andrea Pirlo ou John Frusciante quando crescer.

Deixe seu comentário