Carrinho de compras

Nenhum produto no carrinho.

Black Stockings

A equipe que desafiou o regime pelo futebol

A corte de Kasımpaşa estava disposta a ser dura no julgamento de Fuad Hüsnü Bey [Bey é um título em turco equivalente ao “Mister”. No caso, substituiu o sobrenome Kayacan], aluno do colégio naval de Istambul, em 1901. Os militares não aprovavam que o jovem e amigos dele, todos turcos muçulmanos, estivessem usando shorts, em violação ao código islâmico. Esta parcela de otomanos acreditava que correr atrás de uma bola era um jeito desprezível de se comportar, afinal, a prática do futebol era associada às minorias do Império, como os gregos, judeus, armênios e ingleses. Fora o preconceito, havia também uma questão religiosa: o neto do profeta Maomé, Husayn Ibn Ali — que morreu na Batalha de Karbala, no ano de 680 — foi decapitado e a cabeça dele foi chutada tal como uma bola, como relata Dağhan Irak, em sua tese The Transformation of Football Fandom since the 1970s, publicado em 2010 pela Boğaziçi University. Ainda assim, Hüsnü Bey saiu da audiência com uma punição leve, provavelmente por ser filho do Almirante Hüseyin Hüsnü Paşa, então Ministro da Guerra.

O motivo do julgamento, afinal? Hüsnü criou o primeiro time de futebol para os turcos, o Black Stockings. O esporte foi levado ao Império Turco-Otomano no fim do século XIX pelos britânicos — tais quais soldados, expatriados e mercadores de tabaco e algodão — que atracavam aos montes nas regiões portuárias de Izmir e Alexandria. Os gregos adoraram o novo esporte, tanto é que a primeira partida realizada na região foi em Tessalônica, em 1875. O rigor do regime de Abdulhamid II, porém, proibiu o futebol para os muçulmanos, por receio de interferência familiar e da possibilidade de doutrinação coletiva, ao mesmo tempo em que as comunidades judaicas e armênias tentavam aprendê-lo com os ingleses.

O futebol, de fato, era mais uma das atividades de recreação rechaçadas pelo sultão. Em 1896, o governo da Anatólia organizou os Jogos Panionios, uma competição nos moldes das Olimpíadas, com o intuito de reunir atletas no Oeste do Império. Do mesmo modo, Izmir recebia um campeonato parecido, os Jogos Apolonios, a partir de 1904, atraindo participantes de Istambul e Grécia. Jamais, porém, um turco participara desses torneios, pois a influência hamadiana os afastava legalmente de qualquer esporte — ainda que as competições fossem organizadas sob supervisão do governador de Izmir, Kâmil Pasha.

Faça login ou crie uma conta abaixo.

Criando uma conta, você tem acesso GRATUITO e ILIMITADO a todos os textos da Corner.

  

Leia também:
Entre tapas e beijos
A famosa e antiga Ladeira da Montanha (Foto: Flavio Damm)

Jorge Augusto Ferreira de Aragão nasceu na capital da Bahia, Salvador, no dia 23 de abril de 1954, dia de ... (Continue lendo)

O jogador que a Stasi assassinou
Foto: Imago

A trama e espionagem que tirou a vida de Lutz Eigendorf Em 5 de março de 1983, o jogador alemão ... (Continue lendo)

Deixe seu comentário